Como funciona o Secure Enclave no Touch Id e Face Id ? - Clínica do iPhone

O Secure Enclave é a tecnologia por trás da segurança do iPhone e iPad, presente do iPhone 5S em diante. Sistema independente do iOS, a plataforma se comporta como um computador responsável por armazenar e processar informações sensíveis e biométricas nos dispositivos da Apple. Confira, nas linhas a seguir, como funciona o recurso.

Secure Enclave está disponível do iPhone 5S em diante

Uma das principais aplicações do Secure Enclave está em garantir que as assinaturas biométricas sejam guardadas na memória interna do chip e sejam acessadas apenas por meio de requisições externas. Em outras palavras, o Secure Enclave garante que nada tenha acesso direto a essas informações. Quando o iOS precisa dessas credenciais, por exemplo, a solicitação é direcionada ao chip, que irá confirmar a identidade do usuário. Caso ela seja comprovada, o sistema irá autorizar a autenticação logo em seguida.

Por conta da independência do coprocessador, toda essa operação acontece sem que o iOS seja capaz de ver o que o Secure Enclave está fazendo e que informações estão sendo usadas. Dessa forma, os seus dados terão uma barreira a mais para impedir coletas indevidas, mesmo com tentativas de burlar o sistema de segurança.

Tecnologia inviolável?

O sistema criado pela Apple é robusto. Não por acaso, um modelo parecido foi adaptado pelo Google nos últimos lançamentos, com o chip Titan M no Google Pixel 3.

Toda tecnologia de segurança é propensa a falhas e é sempre uma questão de tempo até que sejam superadas. Grupos de hackers alegam já terem tido acesso ao sistema interno do Secure Enclave e há empresas especializadas que oferecem serviços de desbloqueio e invasão de iPhones a autoridades de segurança, como o FBI.

Via Apple (1 e 2), The RegisterForbesComputer Hope e Tech Republic

Sabia mais em: Apple